Artigos

Radicais Livres Emocionais

Os Radicais Livres Emocionais (RLE) são formações ideo-afetivas que atacam nossa motivação e auto-estima levando ao desgaste de nossa energia vital, dando ensejo ao desânimo, à ansiedade, à depressão, à insegurança, à impotência, à estagnação e, finalmente, à desistência, que são os sintomas indicativos de que os radicais estão agindo fora do nosso controle.

         Exemplos: o medo, o pessimismo, a raiva, a dúvida, a culpa, a descrença, a pressa, o perfeccionismo, a autopiedade, a auto-crítica, vergonha, o remorso, a dispersão, entre outros.

O maior criador de obstáculos é o medo: medo de não conseguir, o medo de não ser bom o bastante, medo de não dar certo, medo de sofrer, medo de se decepcionar, medo do fracasso, medo do sucesso, etc. O medo tem a capacidade de nos paralisar, fazendo com que evitemos correr riscos, levando-nos a desistir antes de começar. Ao desistir, já estamos vencidos por antecipação. O que o medo mais faz é isso, antecipar os perigos fazendo-nos crer que esses são maiores que nossas capacidades. As vitaminas anti-oxidantes contra o medo são a coragem e a persistência.

A seguir, pode surgir o fantasma do pessimismo, formado pelas crenças alimentadas ao longo do tempo de que as possibilidades estão sempre contra nossos sonhos e objetivos. Cada experiência mal-sucedida vai alimentando essa crença até que ela pode se tornar definitiva criando a famosa Lei de Murphy, que diz que “se algo pode dar errado, então vai dar errado”. A vitamina contra esse RLE é o otimismo: a crença confiança em nossas capacidades e possibilidades, que são os elementos capazes de tornar as probabilidades a nosso favor. O otimismo melhora as chances de sucesso, o pessimismo as solapa.

Lado a lado com o pessimismo e o medo caminha o fantasma da dúvida. Será que eu vou conseguir? E se não der certo? E se essa for apenas mais uma tentativa frustrada? O anti-oxidante contra a dúvida é a confiança. Alimente-se de seus sucessos passados, dos obstáculos que conseguiu remover anteriormente apesar das dúvidas próprias e alheias. Seus poderes estão aí para serem usados.

raiva e a culpa são dois poderosos inimigos. A raiva pode ser altamente irracional, pode se voltar até mesmo contra você mesmo ou contra aqueles que o estão ajudando em pensamentos como “Mas que droga, estou fazendo tudo que posso e não está dando certo? Ou: “Eu sou mesmo um incompetente, tanta gente consegue, porque então eu não consigo? Pare e reflita, será que está realmente dando tudo que pode? Os antídotos contra a raiva e a culpa são a paciência e a compaixão. Você não é igual a ninguém, cada um tem o seu ritmo e o seu caminho, o que funciona para uns pode não funcionar para outros. O caminho se faz ao andar, portanto, o importante é se manter em movimento.

pressa e o perfeccionismo podem se colocar no caminho levando à imperfeição e à autocrítica excessiva. Substitua-as pela estratégia e compreensão de si mesmo (auto-conhecimento). Procure identificar seus pontos fortes e pontos fracos. Previna-se das fraquezas e faça bom uso de suas forças.

Outras duas irmãs siamesas primos próximos podem se interpor em meio aos demais radicais livres: a vergonha e a auto-piedade. A vergonha pode levar à desistência para se esconder das próprias dificuldades ao invés de enfrentá-las. Já, a auto-piedade serve de consolo, afinal, você não tem culpa, é apenas uma vítima inocente dos outros, do destino, da sorte, das circunstâncias. Ao se sentir vítima das circunstâncias você deixa de fazer o que está ao seu alcance para mudar a realidade, pois essa parece estar totalmente fora do seu controle. A vitamina capaz de afastar essas duas irmãs é a responsabilidade. Você é grande responsável pelas suas escolhas é a principal vítima de seus eventuais prêmios ou conseqüências. 

Finalmente temos a dispersão. Se você se distrair e deixar de focar suas energias no seu objetivo poderá se perder no caminho. O antídoto para a dispersão é o foco. Mantenha o foco e o sucesso é uma questão de tempo.

A forma de combater os RLE é alimentar pensamentos e sustentar atitudes que funcionam como doses de vitaminas antio-xidantes criando estruturas ideo-afetivas fortes e consistentes capazes de reforçar nossa capacidade de resistência aos radicais livres emocionais prevenindo-se, assim, de seus efeitos nocivos sobre a mente e as emoções.



Rubens Mario Mazzini Rodrigues - Doctoralia.com.br

Rubens Mário Mazzini Rodrigues, MD

Médico Psiquiatra - Porto Alegre - RS - CREMERS 9760
A Psiquiatria para mim, mais do que uma profissão, é um caminho para a realização de meu propósito de vida, que é a dedicação à tarefa de buscar, encontrar e ajudar a desenvolver meios de elevar o nível de consciência da humanidade em geral e ajudar a melhorar a qualidade de vida pessoal e dos relacionamentos humanos, de modo a favorecer o desenvolvimento de uma sociedade mais capaz de valorizar e promover a vida, promover a dignidade humana e, assim, contribuir para incrementar as possibilidades de satisfação, felicidade e realização para todo ser humano. Na minha visão a Psiquiatria vai além de apenas diagnosticar e tratar doenças através de uma abordagem exclusivamente organicista e farmacológica. Procuro praticar a Psiquiatria integrada com a Psicoterapia e quaisquer outras técnicas e práticas que possam contribuir para a promoção da saúde e qualidade de vida. A boa saúde mental é decorrência de um cuidado geral e integrado pela vida em todos os aspectos: orgânico, mental, emocional, existencial e espiritual.
A PSIQUIATRIA é o ramo da Medicina que lida com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das doenças mentais, sejam elas de cunho orgânico ou funcional, tais como Depressão, Transtornos de Ansiedade, Transtorno Bipolar, Esquizofrenia entre outros. A palavra Psiquiatria deriva do Grego e quer dizer "arte de curar a alma".



Rubens Mario Mazzini Rodrigues - Doctoralia.com.br

Contato e Marcação de Consultas

Consultório: Rua Luciana de Abreu 471 sala 604 - Moinhos de Vento - Porto Alegre
- Celular: 51 98127 4595 - E-mail: rubens.mazzini@yatros.com.br

Política de Uso de Conteúdo

  • Qualquer conteúdo desse site pode ser utilizado e compartilhado livremente desde que citada a fonte ou incluído um link para o endereço do site:
  • http://www.yatros.com.br

Facebook